quarta-feira, 31 de agosto de 2016

“É preciso reinventar a licenciatura”, diz professor da UnB, Pedro Demo

Por: Eduarda Rosa | Postado em: 31/08/2016
Pedro Demo é professor da Universidade de Brasília
Na noite desta terça-feira (30), a Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS) discutiu sobre as políticas educacionais do Estado, durante o 1° Encontro de Licenciaturas promovido pela UEMS. O evento contou com a presença do especialista em educação e professor da Universidade de Brasília (UnB), Pedro Demo, que defendeu a necessidade de “reinventar a licenciatura”, e da coordenadora de políticas da educação básica da Secretaria de Estado de Educação de MS, Fabiana Borges, em uma mesa redonda intermediada pela professora, Silvane Aparecida de Freitas.

terça-feira, 30 de agosto de 2016

UEMS forma primeiro químico industrial indígena de MS

Por: Eduarda Rosa | Postado em: 30/08/2016
Namir recebendo o diploma
“Estou muito orgulhoso por poder representar meu povo. O que levo de melhor da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS) é o conhecimento e a rotina de me esforçar sempre mais”, disse o primeiro químico industrial indígena de Mato Grosso do Sul, Namir Medeiros de Oliveira, de 28 anos, que é da etnia Terena. Ele recebeu o diploma em uma colação de grau extraordinária na última sexta-feira (26), na UEMS, em Dourados.
Namir Oliveira nasceu na Aldeia Ipegue, em Aquidauana, mas logo foi morar na área urbana junto aos familiares, teve oportunidade de estudar em escola particular e antes de entrar no curso de Química Industrial da UEMS fez o curso técnico em química, de dois anos. Para cursar a faculdade, foi morar com parentes em Maracaju e fazia o trajeto diariamente de ônibus para Dourados.
“Eu tive muita sorte por ter a Rede de Saberes na UEMS, me ajudou muito, principalmente, nas viagens para Londrina, Paraná, e Goiânia, Goiás, para apresentar meu Trabalho de Conclusão de Curso (TCC). Então o principal da UEMS para mim foi a ajuda da Rede de Saberes”, reconheceu o químico industrial.
Namir já fez a pré-seleção para um emprego em Campo Grande e está aguardando o resultado. Mas ele tem um grande sonho, que é abrir uma empresa a partir do seu TCC. “Meu trabalho foi sobre leveduras industriais, produção de etanol e o processo químico/físico da levedura, pesquisei especificamente sobre a cachaça, então até estou querendo abrir uma cachaçaria para mim”, relatou.
Namir e a família 
O Programa “Rede de Saberes” na UEMS tem o objetivo de apoiar a permanência na educação superior de estudantes indígenas. De acordo com a coordenadora do projeto, Beatriz Landa, a formação deste aluno mostrou que a função das ações afirmativas vem funcionando. “Os acadêmicos indígenas estão buscando formações também no bacharelado, pois a maioria cursa as licenciaturas para contribuir com a educação escolar nas terras indígenas. Então isto mostra que a função das ações afirmativas está atingindo os objetivos previstos, pois permite que os indígenas possam estar nos espaços que antes só eram acessados pelos não índios”, destacou.
Para a coordenadora do curso de Química Industrial, Marcelina Ovelar Solaliendres,  Namir   Oliveira  surpreendeu como aluno. “Nós já tivemos outros acadêmicos indígenas no curso, mas ele foi o primeiro que se formou, pois ele era muito esforçado, lutador, participativo. É um orgulho o vermos  formado, pois o curso não é fácil, contudo Namir sempre corria atrás das disciplinas, estágio. Ele mereceu, é um vencedor”, ressaltou a professora.
Namir e Antônia, representante da Rede de Saberes

Produzido pelo Projeto Mídia & Ciência UEMS/Fundect

Publicado originalmente em: http://www.uems.br/noticias/detalhes/uems-forma-primeiro-quimico-industrial-indigena-de-ms-102904

quarta-feira, 24 de agosto de 2016

Projeto da UEMS usa histórias com músicas no ensino de crianças

Por: Eduarda Rosa | Postado em: 24/08/2016
Crianças curiosas para saber mais sobre o violino
Aprender brincando com música é muito mais divertido.  E um grupo da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS) tem utilizado o recurso da musicalização, unida à contação de histórias e brincadeiras, no ensino de crianças de séries iniciais de um projeto do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (PIBID) do curso de Pedagogia, de Dourados.
A musicalização contribui para a aprendizagem infantil, seja no desenvolvimento motor, da audição, do domínio rítmico, de habilidades, do equilíbrio, da autoestima, o autoconhecimento, a expressão, a formulação de hipóteses e a elaboração de conceitos. Também proporciona a percepção dos sons e do silêncio. Somado a isso, a apreciação de música impulsiona a capacidade de observação. São muitos os benefícios, por isso a música faz parte do documento Referenciais Curriculares Nacionais para a Educação Infantil (RCNEIS) brasileiro.

segunda-feira, 22 de agosto de 2016

Estas 12 grandes marcas têm algo em comum: nasceram na Universidade

Por: Eduarda Rosa | Postado em: 22/08/2016
[André Mazini, Eduarda Rosa e Tatiane Queiroz - Produzido pelo Projeto Mídia e Ciência UEMS/Fundect]
A vida universitária é recheada de experiências que guardamos para toda a vida. Festas, amores, desamores, aprendizados, e muitos projetos. Mas já imaginou se, além de histórias para contar você pudesse sair da universidade dono/a de uma empresa que fatura mais de R$4 milhões por hora. Não, você não leu errado, é POR HORA mesmo.
Pois isso foi o que Zuckerberg recebeu em 2015, fruto de uma ideia de empresa que nasceu enquanto estava na Universidade. E assim como ele, outras grandes marcas surgiram de ideias que os seus criadores tiveram enquanto estavam na universidade.
Por isso se você tem um perfil empreendedor e está na Universidade, esta lista foi preparada para te inspirar a sonhar, planejar e batalhar para que, no futuro, sua empresa esteja nesta lisa.

sexta-feira, 19 de agosto de 2016

Formigas podem transmitir doenças em hospitais, alertam estudos da UEMS

Por: Eduarda Rosa | Postado em: 19/08/2016
Foto ilustrativa
Já pensou se qualquer um pudesse ter acesso a todos os locais de um hospital, sem os devidos cuidados com a higiene? Pois é isto que as pequenas formigas fazem. O problema é que, com trânsito livre, elas podem transmitir doenças aos pacientes. É o que mostram os estudos realizados pelo Laboratório de Ecologia Comportamental (Labeco), que tem investigado o tema na Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS).

quarta-feira, 3 de agosto de 2016

Projeto Rondon: Vivências e Experiências pelo Brasil


Produção: Eduarda Rosa e Rubens Urue    -     Edição e arte: André Mazini

Viver aventuras e ainda ter uma grande “lição de vida e cidadania”. Isto e muito mais é o que trazem nas bagagens os rondonistas: universitários que aceitaram transmitir o que aprenderam para populações carentes e com elas conviverem duas semanas.
Sedentos por aventuras, oito acadêmicos e um professor da UEMS tiveram a oportunidade de participar da Operação Forte dos Reis Magos, do Projeto Rondon, em Acari, no Rio Grande do Norte, de 9 e 24 de julho deste ano. Lá desenvolveram atividades relacionadas a meio ambiente, desenvolvimento, trabalho, comunicação e tecnologias.

15 filmes para renovar seu olhar sobre a Educação [listas_UEMS]

Por: André Mazini | Postado em: 03/08/2016
(Produção: Eduarda Rosa, Mídia & Ciência UEMS/Fundect)
Alguém tem dúvida sobre a importância da educação, ou sobre o impacto positivo que ela pode provocar na vida de alguém?
Temos certeza que não e por isso propomos uma lista de 15 filmes que vão te ajudar a ter uma visão ainda mais profunda sobre educação.
A lista vale para todos, mas esperamos que seja ainda mais aproveitada por estudantes e/ou profissionais da área da educação.
Podemos começar?
Ah, uma observação importante. Sugerimos abaixo os links dos filmes que estão disponíveis na internet, mas nossa indicação é que adquiram ou loquem os filmes, a fim de aproveitá-los com a qualidade que merecem, ok?!