segunda-feira, 24 de outubro de 2016

Pesquisa mostra que microalga pode ser utilizada na produção de biodiesel

As microalgas também são multiplicadas em laboratório
Eduarda Rosa

Já é amplamente difundida a ideia da produção de biodiesel a partir de óleo de soja e outras oleaginosas, porém, pesquisadores da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS) vêm estudando outras fontes de matéria-prima para este fim, sendo uma delas, as microalgas.
Um dos trabalhos nesta área é a iniciação científica realizada pelo acadêmico de Engenharia Ambiental, Jairo Pereira de Oliveira Junior, orientado pela professora Leila Cristina Konradt Moraes. Na pesquisa, o biodiesel, mesmo produzido em pequena escala, teve a sua estabilidade oxidativa próxima aos valores previstos como padrão pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

quinta-feira, 20 de outubro de 2016

SNCT: UEMS recebe cerca de 500 alunos de dez escolas da região

Estudantes de dez escolas de Dourados
e região visitaram a UEMS
Eduarda Rosa
A Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS) recebeu cerca de 500 alunos de dez escolas do campo e urbanas de Dourados e Itaporã nesta quinta-feira (20). Eles formaram uma grande feira de ciências junto aos acadêmicos da Universidade, além de visitarem os laboratórios e participarem de diversas atividades. A programação faz parte da 13ª Semana Nacional de Tecnologia (SNCT), que neste ano tem o tema “A Ciência Alimentando o Brasil”.
Participaram estudantes desde o Ceim (Centro de Educação Infantil Municipal) até o 3° ano do Ensino Médio. Eles puderam apresentar trabalhos e conhecer mais sobre diversas áreas, como por exemplo, o funcionamento do fogão solar, a fabricação cerveja e chocolate. Puderam assistir a contação de histórias e exibição de filmes educativos sobre a importância de preservar o meio ambiente. Além de visitar laboratórios, fazer um tour pela Universidade e conhecer um pouco mais sobre astronomia em sessões do Planetário – organizadas pela Secretaria Municipal de Educação de Dourados.
Todos os cursos da Universidade foram envolvidos, mas mais diretamente os de Letras, Biologia, Física, Química, Pedagogia e o Programa de Pós-Graduação em Recursos Naturais. De acordo com o professor da UEMS, Adilson Crepalde, o objetivo é que haja troca de informações entre os alunos das escolas do campo e os universitários.
“Nós percebemos a consciência ecológica que as escolas do campo estão desenvolvendo, quando se conversa com os alunos a fluência deles em relação aquilo que eles fazem, eles conhecem as plantas, o que produzem, como controlam as pragas de maneira sustentável. Eles conhecem do que estão explicando, por isto tem facilidade para falar, daí se percebe o quanto informados e engajados eles estão na produção de alimentos orgânicos”, disse Crepalde.
Segundo o Assessor de Educação no Campo da Coordenadoria Regional de Educação da Grande Dourados, Mauro Sergio Almeida, com o tema da SNCT foi possível demostrar vários experimentos feitos nas escolas rurais em relação a segurança alimentar e agricultura familiar.
“Temos um currículo diferenciado na escola do campo que é Terra Vida e Trabalho (TVT), então nós trabalhamos agroecologia, sustentabilidade e agricultura familiar. Ela é uma disciplina que fomenta espaços para projetos interdisciplinares, específica do campo. Os professores tem especificidades do campo para poder trabalhar as regionalidades. Então cada escola trabalha a sua regionalidade”, explicou Almeida.
A aluna da Escola Estadual Dom Bosco, de Indápolis, Isabela Santos Silva, de 16 anos, apresentou um trabalho sobre biofertilizantes e aproveitou para conhecer a Universidade. “Os biofertilizantes são a base de cinzas, adubo e compostera, que são formas tradicionais que não vão agredir nem as plantas, nem a saúde de quem consome os vegetais. Achei bastante interessante este dia porque é uma forma dos alunos interagirem com a faculdade, poder conhecer várias outras pessoas e saber de muitas coisa que eu desconhecia”, relatou a garota.

http://www.uems.br/noticias/detalhes/snct-uems-recebe-cerca-de-500-alunos-de-escolas-de-dourados-e-regiao-145723

quarta-feira, 19 de outubro de 2016

Agricultores dão aula sobre agroecologia durante a SNCT da UEMS

Agricultores explicaram sobre o funcionamento do sistema agroecológico
Eduarda Rosa
Os agricultores da Feira Agroecológica do Parque dos Ipês, em Dourados, deram uma verdadeira aula sobre o sistema de produção agroecológico, nesta terça-feira (18),  na própria Feira, durante programação da 13ª Semana Nacional de Tecnologia (SNCT), que neste ano tem o tema “A Ciência Alimentando o Brasil” e objetiva aproximar a população dos conhecimentos gerados na Universidade e na produção alimentar do campo.

terça-feira, 18 de outubro de 2016

UEMS implanta 11 Centros de Pesquisa, Ensino e Extensão no Estado


Eduarda Rosa
A Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS) está em processo de implantação de onze Centros de Pesquisa, Ensino e Extensão (Cepex) que serão referência em diversas áreas na Universidade, como educação, recursos naturais, linguagens, ciência animal, agronomia, saúde, engenharias, raça e etnia, em seis cidades de Mato Groso do Sul.
Os Cepex estão sendo implantados nas unidades da UEMS de Cassilândia, Aquidauana, Paranaíba, Campo Grande, Dourados e Naviraí e tem o objetivo de promover o desenvolvimento científico e tecnológico dentro das suas linhas de atuação, criar ações voltadas prioritariamente ao desenvolvimento do estado de Mato Grosso do Sul e da sociedade em geral.